Os parceiros sociais consideraram que a proposta do Governo para um acordo de rendimentos e competitividade é “vaga”, mas a ministra do Trabalho garante que “os números existem” e têm como suporte previsões do cenário macroeconómico.

O Governo apresentou, na quarta-feira, em Concertação Social uma proposta para um acordo de rendimentos com várias medidas, que vão desde os aumentos salariais, passando pelo IRC e pelas horas extra. Os parceiros sociais consideraram, contudo, que a proposta é “vaga”, mas a ministra do Trabalho diz que “os números existem” e têm como suporte previsões do cenário macroeconómico.

Afinal, o que foi proposto pelo Governo? Recorde, de seguida, as principais medidas: 

  • Governo propõe aumentos salariais anuais de 4,8% até 2026

O Governo propôs uma valorização nominal das remunerações em 4,8% em média, em cada ano, entre 2023 e 2026, segundo a proposta sobre o acordo de rendimentos a que a Lusa teve acesso.

O objetivo é garantir que até 2026 haja um aumento médio acumulado de 20% dos salários dos trabalhadores face a 2022, indica a proposta para um acordo de médio prazo de melhoria dos rendimentos, salários e competitividade, que hoje à tarde será apresentado na Concertação Social.

Como pressupostos para este objetivo, o Governo tem em conta uma inflação de médio prazo de 2%, de acordo com o Banco Central Europeu, e uma taxa de produtividade de 1,5% entre 2023 e 2026, segundo o documento.

  • Descida seletiva do IRC para empresas que subam salários

O documento prevê uma “redução seletiva do Imposto sobre o Rendimento das Pessoas Coletivas (IRC) para empresas com contratação coletiva dinâmica, com valorização de salários e diminuição do leque salarial”.

O Governo propõe ainda uma descida seletiva do IRC “para as empresas que invistam em I&D [Investigação e Desenvolvimento], reforçando as condições do Sistema de Incentivos Fiscais à Investigação e Desenvolvimento Empresarial (SIFIDE II) na componente do investimento direto”.

  • Salário mínimo deverá ter “adicional salarial” para compensar inflação

O Governo mantém o objetivo de aumentar o salário mínimo até aos 900 euros em 2026, propondo que em 2023 haja um “diferencial adicional” para compensar a inflação.

“O valor da remuneração mínima mensal garantida atingirá o valor de, pelo menos, 900 euros em 2026, salvaguardando o poder de compra dos trabalhadores e assegurando a trajetória de crescimento iniciada em 2016”, pode ler-se no documento.

“Em 2023, o aumento da remuneração mínima mensal garantida deve assegurar um diferencial adicional para compensar os impactos da inflação”, afirma o Governo no documento. O salário mínimo nacional é este ano de 705 euros.

  • Governo propõe atualização regular de escalões do IRS

Entre as medidas que o Governo propõe no documento a que a Lusa teve acesso está a “atualização regular dos escalões” de rendimento do IRS (que atualmente são nove) “de forma a assegurar a neutralidade fiscal das atualizações salariais”.

Na proposta que hoje vai discutir com o parceiros sociais, o Governo aponta ainda para a “aproximação e, sempre que possível, eliminação da diferença” entre a retenção na fonte (efetuada mensalmente) e o imposto devido (apurado anualmente coma entrega da declaração do IRS).

  • Governo volta a propor subida do valor a partir das 120 horas extra

No documento apresentado, o Governo recupera a proposta anterior de aumentar a remuneração por trabalho suplementar a partir das 120 horas anuais.

Segundo a mesma, o valor passa de 25% para 50% na primeira hora ou fração desta, de 37,5% para 75% por hora ou fração subsequente, em dia útil, e de 50% para 100% por cada hora ou fração, em dia de descanso semanal, obrigatório ou complementar, ou em feriado.

  • Governo propõe alterações ao Fundo de Compensação do Trabalho

O documento prevê a “reconversão do Fundo de Compensação do Trabalho (FCT) num Fundo de Apoio à Autonomização de Jovens Trabalhadores e reforço do Fundo de Garantia de Compensação do Trabalho (FGCT)”.

Esta medida faz parte do objetivo de atrair jovens e fixar talento no país.

  • Governo quer prolongar o Regressar e aumentar o benefício do IRS Jovem

A atração e a fixação de talento dos jovens no país, visando a valorização do investimento feito nas suas qualificações, são uma das vertentes de atuação que constam da proposta de acordo de médio prazo.

Entre as medidas para atingir aquele objetivo estão a “extensão extraordinária do Programa Regressar durante a vigência” deste acordo e o “aumento do benefício anual do IRS Jovem”.

Inicialmente pensado para vigorar apenas por dois anos (2019 e 2020), o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) prolongou o Programa Regressar até 2023, estando agora na calha novo alargamento enquanto, em linha com a vigência do acordo de médio prazo.

Leia Também: “Vantagem” do acordo de rendimentos é “dar alguma previsibilidade”

Seja sempre o primeiro a saber. Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online. Descarregue a nossa App gratuita. iOS

NEWS RELATED

Ucrânia: Amnistia Internacional alerta para "impacto desproporcionado" da guerra sobre idosos

Na Ucrânia, as pessoas com mais de 60 anos constituem quase um quarto da população e este grupo regista maior número de feridos e vítimas mortais no atual conflito Ucrânia: Amnistia Internacional alerta para “impacto desproporcionado” da guerra sobre idosos A Amnistia Internacional (AI) alertou esta terça-feira para o “impacto ...

View more: Ucrânia: Amnistia Internacional alerta para "impacto desproporcionado" da guerra sobre idosos

Ronald de Boer: «Se eu fosse o selecionador, deixava Ronaldo no banco»

Ronald de Boer: «Se eu fosse o selecionador, deixava Ronaldo no banco» Ronald de Boer, antigo internacional pelos Países Baixos, considera que Fernando Santos terá uma decisão complicada para tomar em relação a Cristiano Ronaldo, na sequência da atitude do avançado no momento da sua substituição frente à Coreia ...

View more: Ronald de Boer: «Se eu fosse o selecionador, deixava Ronaldo no banco»

Ex-colega de Ronaldo na Juventus condenado a prisão por agressão sexual

Ex-colega de Ronaldo na Juventus condenado a prisão por agressão sexual Manolo Portanova, médio do Genova, foi condenado a seis anos de prisão por agressão sexual, confirmou a ANSA, Agência Nacional de Notícias de Itália. O jogador da equipa da Serie B, que chegou a ser colega de equipa ...

View more: Ex-colega de Ronaldo na Juventus condenado a prisão por agressão sexual

Todos os fãs de 'Dragon Ball' vão adorar as novidades da Sport Zone

A mais recente coleção da Sport Zone vai deixar os fãs de ‘Dragon Ball’ mais felizes. Agora, personagens como Goku, o Piccolo e o Mestre Kame ‘saltaram dos ecrãs’ e ganham uma nova vida em peças como sweatshirts, t-shirts, casacos e muitos acessórios. É verdade, a série de animação japonesa ...

View more: Todos os fãs de 'Dragon Ball' vão adorar as novidades da Sport Zone

Vice-presidente do PT diz que texto da PEC pode mudar no plenário do Senado

Embora aposte em uma manutenção dos acordos construídos, o deputado federal reeleito José Guimarães (PT-CE), vice-presidente do PT, afirmou nesta terça-feira, 6, que o texto da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da transição pode mudar no plenário do Senado. Hoje, o relatório da PEC elaborado por Alexandre Silveira (PSD-MG) ...

View more: Vice-presidente do PT diz que texto da PEC pode mudar no plenário do Senado

Reunião do Mercosul expõe tensões internas entre representantes do bloco

A reunião da Cúpula de Presidentes do Mercosul expôs nesta terça-feira, 6, as tensões sobre a flexibilidade comercial do bloco, com atritos entre os presidentes do Uruguai, Luis Lacalle Pou, e da Argentina, Alberto Fernández. Lacalle Pou reafirmou sua intenção de negociar um acordo de livre comércio com a China ...

View more: Reunião do Mercosul expõe tensões internas entre representantes do bloco

Otávio e os três golos de Ramos: «É bom, para ver se vai embora»

Otávio e os três golos de Ramos: «É bom, para ver se vai embora» O futebolista da seleção nacional, Otávio, brincou de forma breve com a prestação do avançado Gonçalo Ramos, autor de três dos golos da vitória de Portugal sobre a Suíça, por 6-1, nos oitavos de final ...

View more: Otávio e os três golos de Ramos: «É bom, para ver se vai embora»

Angola: Greve dos professores põe alunos em greve de fome

Professores do ensino geral entraram de novo em greve esta terça-feira, dia em que os alunos começariam uma nova ronda de exames. Paralisação levou grupo de sete estudantes a decretar greve de fome de 15 dias. Provided by Deutsche Welle Sem acordo com o Governo angolano, os professores do ensino ...

View more: Angola: Greve dos professores põe alunos em greve de fome

Apreendida no Aeroporto do Porto mala de porão com 213 mil euros

Presidente da Fifa ajudou a me libertar, diz homem que invadiu campo durante Copa no Catar

Pelé apresenta "melhoria progressiva" no seu estado de saúde

Linha de Cascais em obras que ficarão prontas com três anos de atraso

Rodri irritado com a prestação de Marrocos: "Não ofereceram nada ao jogo"

Cimeira sobre biodiversidade abre portas em Montreal

Polícia detém 15 jovens suspeitos de recrutamento para insurgentes

Consumo privado e investimento podem atirar PIB para o vermelho no quarto trimestre

Antiga bastonária dos farmacêuticos vai liderar Hospital de Santa Maria

Ferido grave em acidente de trabalho em Aljustrel

Ronaldo e não só: Gonçalo Ramos revela os ídolos que tem no futebol

Inédito: Portugal tem 5 escolas de gestão entre as melhores da Europa

OTHER NEWS

Breaking thailand news, thai news, thailand news Verified News Story Network