A reunião vai acontecer no final de um dia que deverá ficar marcado pelo debate sobre política geral com o primeiro-ministro, António Costa, no Parlamento.

Conselho Nacional do PSD reúne-se pela primeira vez na liderança de Luís Montenegro

Conselho Nacional do PSD reúne-se pela primeira vez na liderança de Luís Montenegro

O Conselho Nacional do PSD vai reunir-se esta quinta-feira à noite, em Lisboa, no primeiro encontro do órgão máximo do partido entre congressos desde que Luís Montenegro assumiu a presidência dos sociais-democratas, no início de julho.

A reunião, que terá o habitual ponto de análise da situação política, vai acontecer no final de um dia que deverá ficar marcado pelo debate sobre política geral com o primeiro-ministro, António Costa, no Parlamento.

Antes do Conselho Nacional, que se realiza num hotel em Lisboa, haverá reuniões da Comissão Permanente – núcleo duro da direção – e da Comissão Política Nacional, na sede do partido, não estando previstas declarações à comunicação social antes da reunião magna entre Congressos, com arranque marcado para as 21:30.

O Conselho Nacional do PSD acontece menos de uma semana depois de Governo e PSD terem chegado a acordo quanto à metodologia para avançar com a solução aeroportuária para a região de Lisboa – uma Avaliação Ambiental Estratégica (AAE) com conclusões até final de 2023 – e a cerca de dez dias de o executivo apresentar o Orçamento do Estado para o próximo ano.

Na semana passada, a indicação, por escrito, do líder parlamentar aos deputados do PSD para votarem a favor do candidato do Chega a vice-presidente do Parlamento provocou alguma agitação interna, mas, até agora, não houve vozes críticas a falarem publicamente sobre o tema.

Pela soma dos votos no candidato do Chega – Rui Paulo Sousa, que voltou a falhar a eleição, com 67 votos a favor – o apelo não terá tido eco em todos os 77 deputados sociais-democratas, numa bancada que foi escolhida pelo anterior líder, Rui Rio.

Quer Luís Montenegro quer o líder parlamentar, Joaquim Miranda Sarmento, têm justificado esta indicação de voto favorável com a tradição parlamentar de as quatro maiores forças políticas terem um vice-presidente na AR, e o líder do PSD já apelou mesmo ao presidente da Assembleia da República, Augusto Santos Silva, para que exerça o seu “magistério de influência” para desbloquear a situação.

Além da análise da situação política, o Conselho Nacional irá debater e votar alterações a regulamentos internos.

No Regulamento de Admissão e Transferência de Militantes, a direção do PSD propõe que se dispense a apresentação de um comprovativo de morada quer para a inscrição de novos militantes, quer para a reativação da militância. Deixa ainda de ser obrigatório que os novos militantes no PSD sejam propostos por alguém com mais de seis meses de militância, passando a ser facultativa essa indicação.

A direção também leva a votos uma proposta de alteração ao Regulamento do Conselho Estratégico Nacional (CEN), órgão dinamizado por Rio, e que vai passar a ter uma dimensão mais reduzida e centrada apenas numa estrutura nacional, deixando de prever secções temáticas descentralizadas.

Este órgão mantém intactos os seus objetivos e competências, mas passa a estar obrigado no regulamento a articular-se com outras estruturas do partido, como o grupo parlamentar, o Instituto Francisco Sá Carneiro, ou o movimento Acreditar, criado pelo novo líder para elaborar o programa do partido às próximas legislativas.

O Conselho Nacional deverá ainda mandatar a Comissão Política Nacional “para aprovar a eventual participação em coligações eleitorais de âmbito local”, um ponto que a direção diz ser uma salvaguarda para alguma eleição intercalar (em juntas de freguesia, por exemplo) que venha a ocorrer, sem obrigar a nova reunião do órgão máximo do partido entre Congressos.

Este será o II Conselho Nacional ordinário deste ano, mas a última reunião deste órgão realizou-se em 14 de março, a título extraordinário, em Ovar (Aveiro), na qual foi aprovado o calendário eleitoral interno no partido para a sucessão de Rui Rio.

Luís Montenegro venceu as diretas de 28 de maio para presidente do PSD com 72,5% dos votos, contra Jorge Moreira da Silva, e no congresso de julho a lista da direção ao Conselho Nacional do PSD obteve maioria absoluta, elegendo 42 dos 70 conselheiros, 60% dos lugares, não tendo existido uma lista que agregasse opositores internos.

Na anterior composição do Conselho Nacional, a direção de Rui Rio tinha elegido 17 dos 70 conselheiros, correspondentes a 24%, embora contasse com apoiantes seus em outras listas para este órgão.

Para o primeiro lugar da lista ao Conselho Nacional do PSD, Montenegro escolheu o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Carlos Moedas, seguindo-se a antiga ministra das Finanças Maria Luís Albuquerque.

NEWS RELATED

Ucrânia: Amnistia Internacional alerta para "impacto desproporcionado" da guerra sobre idosos

Na Ucrânia, as pessoas com mais de 60 anos constituem quase um quarto da população e este grupo regista maior número de feridos e vítimas mortais no atual conflito Ucrânia: Amnistia Internacional alerta para “impacto desproporcionado” da guerra sobre idosos A Amnistia Internacional (AI) alertou esta terça-feira para o “impacto ...

View more: Ucrânia: Amnistia Internacional alerta para "impacto desproporcionado" da guerra sobre idosos

Ronald de Boer: «Se eu fosse o selecionador, deixava Ronaldo no banco»

Ronald de Boer: «Se eu fosse o selecionador, deixava Ronaldo no banco» Ronald de Boer, antigo internacional pelos Países Baixos, considera que Fernando Santos terá uma decisão complicada para tomar em relação a Cristiano Ronaldo, na sequência da atitude do avançado no momento da sua substituição frente à Coreia ...

View more: Ronald de Boer: «Se eu fosse o selecionador, deixava Ronaldo no banco»

Ex-colega de Ronaldo na Juventus condenado a prisão por agressão sexual

Ex-colega de Ronaldo na Juventus condenado a prisão por agressão sexual Manolo Portanova, médio do Genova, foi condenado a seis anos de prisão por agressão sexual, confirmou a ANSA, Agência Nacional de Notícias de Itália. O jogador da equipa da Serie B, que chegou a ser colega de equipa ...

View more: Ex-colega de Ronaldo na Juventus condenado a prisão por agressão sexual

Todos os fãs de 'Dragon Ball' vão adorar as novidades da Sport Zone

A mais recente coleção da Sport Zone vai deixar os fãs de ‘Dragon Ball’ mais felizes. Agora, personagens como Goku, o Piccolo e o Mestre Kame ‘saltaram dos ecrãs’ e ganham uma nova vida em peças como sweatshirts, t-shirts, casacos e muitos acessórios. É verdade, a série de animação japonesa ...

View more: Todos os fãs de 'Dragon Ball' vão adorar as novidades da Sport Zone

Vice-presidente do PT diz que texto da PEC pode mudar no plenário do Senado

Embora aposte em uma manutenção dos acordos construídos, o deputado federal reeleito José Guimarães (PT-CE), vice-presidente do PT, afirmou nesta terça-feira, 6, que o texto da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) da transição pode mudar no plenário do Senado. Hoje, o relatório da PEC elaborado por Alexandre Silveira (PSD-MG) ...

View more: Vice-presidente do PT diz que texto da PEC pode mudar no plenário do Senado

Reunião do Mercosul expõe tensões internas entre representantes do bloco

A reunião da Cúpula de Presidentes do Mercosul expôs nesta terça-feira, 6, as tensões sobre a flexibilidade comercial do bloco, com atritos entre os presidentes do Uruguai, Luis Lacalle Pou, e da Argentina, Alberto Fernández. Lacalle Pou reafirmou sua intenção de negociar um acordo de livre comércio com a China ...

View more: Reunião do Mercosul expõe tensões internas entre representantes do bloco

Otávio e os três golos de Ramos: «É bom, para ver se vai embora»

Otávio e os três golos de Ramos: «É bom, para ver se vai embora» O futebolista da seleção nacional, Otávio, brincou de forma breve com a prestação do avançado Gonçalo Ramos, autor de três dos golos da vitória de Portugal sobre a Suíça, por 6-1, nos oitavos de final ...

View more: Otávio e os três golos de Ramos: «É bom, para ver se vai embora»

Angola: Greve dos professores põe alunos em greve de fome

Professores do ensino geral entraram de novo em greve esta terça-feira, dia em que os alunos começariam uma nova ronda de exames. Paralisação levou grupo de sete estudantes a decretar greve de fome de 15 dias. Provided by Deutsche Welle Sem acordo com o Governo angolano, os professores do ensino ...

View more: Angola: Greve dos professores põe alunos em greve de fome

Apreendida no Aeroporto do Porto mala de porão com 213 mil euros

Presidente da Fifa ajudou a me libertar, diz homem que invadiu campo durante Copa no Catar

Pelé apresenta "melhoria progressiva" no seu estado de saúde

Linha de Cascais em obras que ficarão prontas com três anos de atraso

Rodri irritado com a prestação de Marrocos: "Não ofereceram nada ao jogo"

Cimeira sobre biodiversidade abre portas em Montreal

Polícia detém 15 jovens suspeitos de recrutamento para insurgentes

Consumo privado e investimento podem atirar PIB para o vermelho no quarto trimestre

Antiga bastonária dos farmacêuticos vai liderar Hospital de Santa Maria

Ferido grave em acidente de trabalho em Aljustrel

Ronaldo e não só: Gonçalo Ramos revela os ídolos que tem no futebol

Inédito: Portugal tem 5 escolas de gestão entre as melhores da Europa

OTHER NEWS

Breaking thailand news, thai news, thailand news Verified News Story Network