A vice-primeira-ministra chinesa encarregue de supervisionar as políticas de prevenção epidémica reconhece mudanças na pandemia. A virulência da covid-19 “está a enfraquecer”, explica, pelo que se justifica abandonar a meta de não tolerar novos casos. Anúncio surge dias depois dos maiores protestos contra a ditadura comunista desde 1989

Pequim admite que variante ómicron da covid é menos virulenta e sugere fim da política ‘covid zero’

Instalações médicas contra a pandemia na cidade de Hohhot, na região chinesa da Mongólia Interior

A vice-primeira-ministra chinesa encarregue de supervisionar as políticas de prevenção epidémica reconheceu esta quinta-feira que o país está numa “situação nova”. A virulência da covid-19 “está a enfraquecer”, sinalizando o fim da estratégia de ‘zero casos’.

Sun Chunlan “ouviu as opiniões e sugestões dos especialistas” da Comissão Nacional de Saúde da China sobre como “aprimorar as medidas de contenção”, informou a agência noticiosa oficial Xinhua. Além de a variante ómicron ter virulência “reduzida”, a responsável salientou que “cada vez mais pessoas estão a ser vacinadas” e que “está a ser acumulada maior experiência na contenção do vírus”.

Sun, única mulher no Politburo do Partido Comunista Chinês até ao 20.º Congresso da organização, em outubro passado, recebeu a tarefa de se deslocar às cidades que registavam surtos do novo coronavírus, para instar à imposição de confinamentos e restrições, nos últimos dois anos.

Mais medicamentos, menos confinamentos

A responsável pede agora esforços para “otimizar” a resposta contra a covid-19 e “melhorar” as medidas de diagnóstico, deteção, tratamento e quarentena. Exige que o sistema de saúde aumente as reservas de medicamentos e outros recursos, para o tratamento de pacientes.

A reunião de Sun com os especialistas ocorreu após um fim de semana marcado por protestos em várias cidades da China, contra a estratégia de ‘zero casos’ de covid-19.

A política da China inclui a imposição de bloqueios em bairros ou cidades inteiras, que podem demorar semanas ou meses, a realização constante de testes em massa, e o isolamento de todos os casos positivos e respetivos contactos diretos em instalações designadas, muitas vezes em condições degradantes.

Esta estratégia gerou uma sucessão de tragédias e casos de abuso da autoridade, culminando em protestos em larga escala, suscitados por um incêndio mortal, num prédio na cidade de Urumqi, no noroeste da China, sexta-feira passada.

Os manifestantes dizem que os bloqueios no bairro, no âmbito das medidas de prevenção epidémica, atrasaram o acesso do camião dos bombeiros. Os moradores também não conseguiram escapar do prédio, cuja porta estava bloqueada.

Até à data, a liderança chinesa justificou as medidas extremas com o facto de a China ter uma grande população, níveis desiguais de desenvolvimento entre regiões e “recursos médicos insuficientes”.

Segundo dados oficiais, desde o início da pandemia morreram 5.233 pessoas na China devido a infeção pelo novo coronavírus. Estudos sustentam que a estratégia chinesa salvou milhões de vidas.

NEWS RELATED

Encontrámos o Audi S3 de Ronaldo, mas... não está à venda

Em 2018, tornou-se famoso aquele que foi um dos primeiros automóveis adquiridos por Cristiano Ronaldo. Tratava-se de um Audi S3 que foi importado de Itália em 2004. O Auto ao Minuto foi à procura do seu paradeiro e conseguiu apurar o seu proprietário atual. Onde está, então, o Audi S3 ...

View more: Encontrámos o Audi S3 de Ronaldo, mas... não está à venda

Os dados do INE e outras 3 coisas que deve saber para começar o dia

Tome nota dos principais temas da Economia que marcam a agenda desta segunda-feira, dia 30 de janeiro. Tome nota dos principais temas da Economia que marcam a agenda desta segunda-feira, dia 30 de janeiro. INE divulga ‘bateria’ de dados O INE divulga os Inquéritos de Conjuntura às Empresas e aos ...

View more: Os dados do INE e outras 3 coisas que deve saber para começar o dia

Apple cancelou um dos novos iPhones

Quem o diz é o analista Ming-Chi Kuo, indicando que não está nos planos uma nova geração do iPhone SE. Um dos analistas mais respeitados no que diz respeito a temas relacionados com a Apple, Ming-Chi Kuo, acredita que a Apple já cancelou o desenvolvimento da próxima versão do iPhone ...

View more: Apple cancelou um dos novos iPhones

Depois de 50 mil anos, cometa voltará a passar perto da Terra

O C/2022 E3 (ZTF) poderá ser observado a olho nu. Será esta semana que os aficionados pela observação do Espaço poderão assistir a um fenómeno muito especial. Trata-se da passagem do cometa C/2022 E3 (ZTF), de tonalidade verde-azykada, que passará no ponto da sua órbita mais próximo da Terra. Será ...

View more: Depois de 50 mil anos, cometa voltará a passar perto da Terra

Revelação chocante de Di María: "A minha filha esteve quase morta"

O internacional argentino garantiu que a sua vida daria um filme. Numa recente entrevista ao diário Olé, Ángel Di María, revelou um dos episódios mais difíceis da sua vida. “A minha filha esteva quase morta, mas lutou e lutou. Foi algo que me fez repensar na vida e que me ...

View more: Revelação chocante de Di María: "A minha filha esteve quase morta"

Suplementos de vitamina D reduzem risco de cancro da pele? Estudo explica

A investigação foi feita pela University of Eastern Finland e pelo Kuopio University Hospital, ambos na Finlândia. Um estudo realizado pela University of Eastern Finland e pelo Kuopio University Hospital, na Finlândia, revela que a toma de suplementos de vitamina D pode reduzir o risco de cancro da pele. Foi ...

View more: Suplementos de vitamina D reduzem risco de cancro da pele? Estudo explica

'No nosso desporto temos pessoas que parecem robotizadas' - Jack Miller

‘No nosso desporto temos pessoas que parecem robotizadas’ – Jack Miller O lado extrovertido de Jack Miller combina bem com o seu ‘à vontade’ e a sua maneira de não levar as coisas demasiado a sério, o que lhe tem valido um aumento do número de adeptos que o ...

View more: 'No nosso desporto temos pessoas que parecem robotizadas' - Jack Miller

Philips vai despedir seis mil pessoas depois de recolha de ventiladores defeituosos

Philips vai despedir seis mil pessoas depois de recolha de ventiladores defeituosos A Philips anunciou esta segunda-feira que vai despedir seis mil pessoas até 2025, devido a prejuízos causados pela recolha de ventiladores para a apneia do sono defeituosos, a afetar há meses a empresa holandesa. O presidente executivo ...

View more: Philips vai despedir seis mil pessoas depois de recolha de ventiladores defeituosos

Casas de palestinianos demolidas em Jerusalém

Moçambique: Transportadores paralisados após ataques na África do Sul

Bebé abandonada em parque de campismo nos EUA uma hora depois de nascer

Não há dúvidas sobre quem reina no andebol: Dinamarca vence Mundial pela terceira vez consecutiva

Ucrânia: Alemanha não permitirá que guerra seja conflito entre Rússia e NATO – chanceler

Os hábitos diários que o vão deixar mais produtivo no trabalho

Cientistas detetaram a galáxia mais distante já encontrada

Diálogo entre Sporting e Tottenham colapsou. Pedro Porro está "desolado"

Dívidas ao Fisco ou Segurança Social: Quanto tempo demoram a prescrever?

Boris Johnson diz que Putin o ameaçou com ataque mísseis

População de Sacavém e Prior Velho a favor da desagregação das freguesias

Urus S da Lamborghini já começou a ser entregue aos clientes

OTHER NEWS